Lendo:
Como as leis de proteção de dados podem potencializar a relação entre empresas e clientes
None
min de leitura

Como as leis de proteção de dados podem potencializar a relação entre empresas e clientes

5 de Agosto de 2019
 

As leis de proteção de dados, muitas vezes vistas como barreira para áreas de marketing e comunicação das empresas, atualizam as relações comerciais.

A importância de leis de proteção de dados é inquestionável. Hoje, a privacidade vai além da simples questão da exposição pública. É algo que afeta as relações comerciais, se tornando um valor para as pessoas e empresas.

Desse modo, gerenciar dados de maneira idônea dentro de uma relação comercial significa respeitar seus clientes. Ao tornar esse processo transparente e confiável, essa relação se torna ainda mais próxima. Quando você deixa claro quais são as informações de que precisa, como elas serão usadas e por quanto tempo, você mostra ter controle e atuar com responsabilidade no uso dos dados de seus clientes.

Além disso, o uso dessas informações hoje é regulado por leis de proteção de dados. Na Europa, já está em vigoro GDPR (General Data Protection Regulation, ou “Regulamento Geral de Proteção de Dados” em português). No Brasil, entrará em vigor em agosto de 2020, a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que estabelece deveres e obrigações sobre os dados em território nacional.

Estar em dia com essas regulamentações e práticas, agora inclusas nas leis de proteção, deve ser prioridade para as empresas hoje. O processo pode ser facilitado imensamente ao se contratar plataformas digitais integradas que atendam a essa demanda legal e de comportamento.

Nessa hora você pode contar com os produtos :hiperstream. Com a sua visão de produtos e adequação às regras do GDPR, a :hiperstream oferece segurança e assertividade nesse ponto. Trabalhando dentro das normas, a tecnologia ofertada ainda tem a vantagem de fazer desse processo uma oportunidade para otimizar a experiência do cliente, ao tornar a comunicação mais transparente.

O impacto global do GDPR: Brasil prepara sua versão para a lei


Uma mudança conceitual permeia as leis de proteção de dados. Se antes era prática comum coletar o máximo possível de dados dos clientes, inclusive sem autorização e sem um propósito específico, hoje a tendência é ir pelo caminho oposto. Com o GDPR, a regra geral é não ter nenhum dado além do estritamente necessário para cumprir obrigações legais ou para a prestação de serviço.

Ou seja, se antes as empresas exigiam todo tipo de dados de seus clientes para uso hipotético, hoje só se deve pedir o que realmente será necessário ao serviço. E ainda assim, com o comprometimento de apagar essa base de dados de seu arquivo tão logo ela deixe de ser necessária.

Essa mudança de pensamento é decorrência do que as leis estão impondo. Uma vantagem é que, desse modo, as empresas têm uma relação muito mais humana. Ao deixar de exigir de seus clientes informações desnecessárias ou até mesmo coletá-las sem seu conhecimento, cria-se um relacionamento de maior transparência e a confiança aumenta.

O GDPR entrou em vigor em julho 2018 na Europa, aumentando as as exigências a serem observadas por empresas de processamento de dados e estabelecendo sua responsabilidade no tratamento dos dados de seus clientes. No entanto, ainda que seja local, o GDPR tem impacto global por seu alcance extraterritorial. Desse modo, qualquer empresa que preste serviço para empresas europeias precisa se adequar à lei.

Além disso, o Brasil já tem uma legislação similar ao GDPR, a LGPD, que já está aprovada e sancionada e entrará em vigor em agosto de 2020, com seus próprios termos e de alcance nacional. Desse modo, se torna mais do que necessário que as empresas se adequem a esse novo modo de trabalhar.

Como :hiperstream se encaixa nesse cenário?

E como seus produtos atendem às leis de proteção de dados?
Quanto ao uso de dados pessoais por empresas, a :hiperstream tem uma cadeia com 3 personagens principais. Em primeiro lugar se coloca o titular, via de regra o cliente final e proprietário dos dados que estão sendo compartilhados. Logo em seguida, está o controlador, que é autorizado pelo titular a usar esses dados para fins comerciais. No final da cadeia está o operador, que apenas executa os pedidos do controlador, tendo os dados do titular como material.

Ou seja, aplicando a relação titular / controlador / operador ao nosso cenário, teremos então cliente / empresa / :hiperstream. Desse modo, para a :hiperstream o principal material nessa cadeia é processar dados. E por isso a segurança desses dados é algo de que não abre-se mão.

Assim, a missão da :hiperstream é, dentro do que entrega em seus produtos, ajudar o controlador - ou seja, a sua empresa- a utilizar esses dados dentro da lei. Para tanto, nossas plataformas de produtos digitais integrados contam com os mecanismos criados para garantir a segurança dos dados de seu o cliente, para além de oferecer o serviço principal para o qual foi contratada.

Na :hiperstream, o controlador (sua empresa) tem total clareza e controle sobre o que é feito com os dados. Isso contribui para facilitar acomunicação do controlador com o titular dos dados, principalmente no que diz respeito a opt-out, retificação de informações incorretas, eliminação de informações excessivas, compartilhamento, etc.

Ao tratar dados de acordo com as leis de proteção de dados, a :hiperstream otimiza a comunicação entre as empresas e seus clientes. Afinal, trabalhando sua tecnologia dentro de uma postura GDPR driven, a tendência é que se veja aumentar a relevância da mensagem aos clientes finais, na medida em que ele se veja fazendo parte de uma comunicação onde pode confiar que seus dados estão sendo usados da maneira correta.

Além disso, vale lembrar que a :hiperstream e suas empresas parceiras trabalham com responsabilidade solidária. Ou seja, operador e controlador respondem juntos em caso de problemas com o uso desses dados. Isso torna o processo ainda mais seguro e confiável, resultando em um serviço ainda mais idôneo para o cliente final.


O futuro da transparência na comunicação com as leis de proteção de dados


Quando pensamos nas leis de proteção de dados e na dinâmica das negociações hoje, notamos que transparência na comunicação é algo vital nas relações comerciais. Essa é uma postura que deve estar presente em todos os momentos do processo, em seus mínimos detalhes.

Para evoluir os serviços da :hiperstream, veremos quais serão as consequências da implantação das normas atuais. É verdade que as leis nesse sentido já são bastante rigorosas atualmente. No entanto, só vendo na prática poderemos compreender completamente o que pode ser ajustado, ampliado ou flexibilizado.

Desse modo, a ordem do dia é implementar o máximo possível do que já está regulamentado e observar como essa mudança reflete nos usuários em geral. De antemão, já sabemos que o processo é extremamente positivo para a relação cliente/empresa, que vê aumentar a confiança e otimiza a comunicação, tornando-a mais direta e transparente.


Compartilhe este conteúdo:

Não existem comentários
0 comentários

Comente
cancelar resposta

Conteúdos relacionados

None
21 de Julho de 2019

Otimização na validação de dados: o case de sucesso do Banco Carrefour

Case de sucesso: como o Banco Carrefour apostou na automação da validação de conteúdo para melhorar a comunicação com seus clientes.

Existe otimização possível para processos que, devido à alta demanda, parecem impossíveis de serem controlados? A resposta é sim, desde que se tenha a ferramenta certa para isso.

None
18 de Julho de 2019

Como sua empresa pode ter comunicação personalizada com o cliente?

Bruno Lichot, Head de Produtos da Hiperstream

Entenda como plataformas digitais integradas podem ajudar sua marca a ter uma comunicação mais personalizada em nosso mundo digital.

None
9 de Setembro de 2019

Experiência integrada na jornada de comunicação e envio de aviso de cobranças

Saiba como a MDS Portugal digitalizou o processo de envio de comunicação com seus clientes e oferecer uma experiência personalizada de relacionamento.

<meta charset="utf-8">

None
Business  
6 de Setembro de 2019

Validação de dados a favor de finanças: compreendendo seu cliente antes de enviar a fatura

Transforme o envio de faturas em um processo muito mais assertivo com a validação de dados.

None
27 de Agosto de 2019

Como o serviço de nuvem pode ajudar sua empresa a crescer

Mesmo empresas menores podem se beneficiar com o gerenciamento de criação e envio de faturas e comunicados via serviço de nuvem. 

Agradecemos seu contato. Retornaremos em breve.

Esta página é protegida pelo reCAPTCHA v3.
A Política de Privacidade e os Termos de uso do Google se aplicam.
Icon For Arrow-up